Olá ! Sejam Bem Vindos | TELEFONE: (44) 3264-2018

HomeA CidadeSistema unificado de órgãos da agricultura do Paraná fortalece o atendimento

Sistema unificado de órgãos da agricultura do Paraná fortalece o atendimento

Sistema unificado de órgãos da agricultura do Paraná fortalece o atendimento

O sistema estadual de agricultura reestruturado tem o objetivo de tornar a agropecuária paranaense cada vez mais competitiva e garantir a redução da desigualdade no meio rural. Hoje, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater atende todas as demandas da área. É uma junção de todas as instituições, a partir da incorporação do Instituto Emater, da Codapar, a Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná, e do Centro Paranaense de Referência de Agroecologia pelo Iapar, o Instituto Agropecuário do Paraná. Eles deixam de existir como instituições autônomas, formando uma única entidade vinculada à Secretaria Estadual. O secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, destacou que a essência de cada instituição está preservada e que o desenvolvimento rural do Paraná vai ser fortalecido com as ações.// SONORA NORBERTO ORTIGARA// O presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, Natalino Avance de Souza, destacou a necessidade de melhorar a qualidade de entrega de serviços para os agricultores e para a sociedade, particularmente nos municípios menores do Estado. Ele explica, ainda, que o plano de ação prevê a constituição de conselhos consultivos mesorregionais e estaduais, com a participação do Estado e da iniciativa privada, além do trabalho integrado com a participação da área acadêmica. De acordo Natalino de Souza, o Paraná é o principal Estado agrícola do Brasil, tem produção excelente, mas ainda comporta muitos desequilíbrios, com pobreza no campo, erosão voltando a afligir os agricultores e constantes críticas pelo uso excessivo de agrotóxicos.// SONORA NATALINO DE SOUZA// Pela legislação, a sede do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná fica em Curitiba e as diretorias com atribuições ligadas à área de pesquisa e inovação, integração institucional e gestão de negócios, em Londrina. A junção das atividades faz parte do projeto da reforma administrativa feita pelo Governo do Estado no ano passado. A estimativa do órgão é de uma economia inicial de 40% nos cargos em comissão e de 28% em despesas, com a unificação das quatro entidades. (Repórter: Priscila Paganotto)

Compartilhar