Olá ! Sejam Bem Vindos | TELEFONE: (44) 3035-7476

HomePortal de NotíciasPrefeitura de Maringá lança licitação para modernizar estacionamento rotativo

Prefeitura de Maringá lança licitação para modernizar estacionamento rotativo

Prefeitura de Maringá lança licitação para modernizar estacionamento rotativo

A Prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, lançou, nesta terça-feira (27), uma licitação que prevê a informatização do sistema do estacionamento rotativo (EstaR) e, consequentemente, a aposentaria dos cartões de papel nos painéis dos veículos.

O edital para a mudança no controle das vagas estima um gasto anual de até R$ 1,9 milhão com o novo modelo de fiscalização.

A licitação para informatizar o sistema está agendada para 8 de janeiro. O edital exige a instalação de 20 totens para a aquisição de créditos – os equipamentos deverão ter tela sensível ao toque e aceitar moedas, cartões de crédito e débito, além de cartões recarregáveis que possam ser comercializados pelo EstaR.

Os motoristas deverão informar apenas a placa do veículo. A fiscalização será feita por agentes, que terão, conforme o edital, smartphones conectados à internet e impressoras portáteis, para fiscalização do uso das vagas e impressão de notificações.

A intenção, segundo Marcelo Filite, diretor de trânsito da Secretaria de Mobilidade (Semob), é que os orientadores também possam vender o uso das vagas.

“Vai ficar mais rápido para o orientador, que não vai mais usar a prancheta de papel”, diz.

São cinco itens que a prefeitura prevê no edital. Todos estão previstos como locação:

  • 65 smartphones, por R$ 120.611,40 ao ano;
  • 65 impressoras portáteis, por R$ 116.992,20 ao ano;
  • 150 aparelhos para pontos de venda no comércio, por R$ 320.202 ao ano;
  • 20 totens para venda de créditos, por R$ 162.739,20 ao ano;
  • sistema computacional para gestão do estacionamento rotativo, por R$ 1.217.954,40 ao ano.

Outros meios previstos no edital, para compra dos créditos que permitem o uso das vagas, são lojas credenciadas e aplicativo gratuito para os sistemas Android e iOS.

No caso do aplicativo, as exigências da licitação são que o sistema indique onde estão os pontos de venda mais próximos do motorista e dispare alarme ao fim do tempo do estacionamento. Outro requisito para o aplicativo aponta para um projeto que a prefeitura já tem em vista: cobrar diferentes valores por região da vaga. Para isso, é necessário que o programa tenha acesso ao GPS do celular do motorista.

O EstaR

Atualmente, Maringá conta com quatro pontos de venda fixos de cartões do EstaR. O preço é R$ 1,75 por hora, com limite de uso de até duas horas por vaga.

O município conta com 5 mil vagas de estacionamento rotativo, distribuídas em ruas e avenidas da região central.

O condutor do veículo flagrado sem cartão de estacionamento na região do EstaR recebe uma notificação que varia de R$ 7 a R$ 17,50, dependendo do tempo de uso da vaga.

O não pagamento da notificação é infração grave, que resulta em multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira de habilitação.

Fonte: G1 Paraná.

Compartilhar