Olá ! Sejam Bem Vindos | TELEFONE: (44) 3035-7476

HomePortal de NotíciasPolícia analisa imagens de câmeras de segurança que registraram atropelamento de professora em Maringá

Polícia analisa imagens de câmeras de segurança que registraram atropelamento de professora em Maringá

Polícia analisa imagens de câmeras de segurança que registraram atropelamento de professora em Maringá

A Polícia Civil analisa imagens de câmeras de segurança que registraram o atropelamento da professora Rosélia de Fátima Buller, na noite do último sábado (30), em Maringá, no norte do Paraná. Ela chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu e morreu.

Rosélia comemorava o aniversário de 49 anos, completados na noite do acidente, com a família. O acidente aconteceu por volta das 23h30, na Avenida Tuiuti, próximo ao cruzamento com a Rua Quito, na Vila Morangueira.

As imagens, cedidas pela Polícia Civil, mostram o momento em que, acompanhada, ela atravessava a Avenida Tuiuti. Ela espera um ônibus passar e, logo na sequência, atravessa a via.

Neste momento, um segundo ônibus do transporte coletivo da cidade acaba atingindo a professora, que é prensada contra o próprio carro.

A Delegacia de Trânsito e Estelionato de Maringá informou que vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente.

A Transporte Coletivo Cidade Canção (TCCC), responsável pelo ônibus, informou que todo o caso está sendo analisado pelo departamento jurídico da empresa. Além disso, imagens das câmeras de segurança instaladas no ônibus também estão sendo analisadas.

A empresa também estuda a contratação de um perito para apurar o que aconteceu.

Luto

O corpo da professora foi enterrado na tarde de segunda-feira (20), em Maringá.

Rosélia lecionava para crianças do 1º ano do ensino fundamental na Escola Municipal Ariovaldo Moreno, no Jardim Alvorada. A unidade, que atende 470 alunos, não abriu nesta segunda-feira (2), em luto pela morte da professora.

Fonte: G1 Paraná.

Compartilhar