Olá ! Sejam Bem Vindos | TELEFONE: (44) 3264-2018

HomePortal de NotíciasPandemia da Covid-19 impacta tradições e costumes de 17 mil indígenas no Paraná: ‘É um golpe na cultura’, diz antropóloga

Pandemia da Covid-19 impacta tradições e costumes de 17 mil indígenas no Paraná: ‘É um golpe na cultura’, diz antropóloga

Pandemia da Covid-19 impacta tradições e costumes de 17 mil indígenas no Paraná: ‘É um golpe na cultura’, diz antropóloga

Há mais de 10 meses, os cuidados de prevenção em meio à pandemia da Covid-19 exigiram mudanças no modo de viver e impactaram tradições dos mais de 17 mil indígenas que vivem em 63 aldeias, distribuídas em 30 municípios do Paraná.

“É um golpe na cultura e no imaginário do indígena”, disse a antropóloga e pesquisadora Jacqueline Parmigiani.

O boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) aponta que, até segunda-feira (18), o estado registrou 792 diagnósticos do novo coronavírus em indígenas, sendo que outros 365 casos são considerados suspeitos no estado. Sete morreram vítimas da doença.

O plano nacional de vacinação contra a Covid-19 inclui a população indígena na primeira fase da vacinação, como um dos grupos prioritários.

Com a chegada das primeiras doses e do início da aplicação no estado, a Sesa informou, na segunda-feira, que 10.816 indígenas devem ser imunizados na primeira fase da vacinação.

O Ministério da Saúde informou ao G1 que, historicamente, a aceitação de vacinas entre a população indígena do Paraná é elevada, com uma alta cobertura vacinal. Em 2020, por exemplo, esse foi o primeiro grupo a atingir a meta de imunização contra a Influenza.

Compartilhar