Olá ! Sejam Bem Vindos | TELEFONE: (44) 3035-7476

HomePortal de NotíciasHomem anda de moto aquática em rua alagada após temporal em Paranavaí

Homem anda de moto aquática em rua alagada após temporal em Paranavaí

Homem anda de moto aquática em rua alagada após temporal em Paranavaí

Um homem aproveitou uma rua alagada após um temporal atingir Paranavaí, no noroeste do Paraná, para andar de moto aquática, na tarde desta terça-feira (18). A situação foi registrada na Avenida Deputado Heitor de Alencar Furtado, no Jardim Iguaçu.

De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), os ventos na cidade chegaram a 77,4 km/h e choveu 31 milímetros em 30 minutos. A média histórica para todo o mês de dezembro é de 150 milímetros de chuva. Até segunda-feira (17) tinha chovido apenas 6 milímetros na cidade.

O comerciante disse que fez isso para chamar a atenção para o problema dos alagamentos. Segundo ele, sempre que chove forte, a frente do comércio dele fica alagada.

O temporal começou por volta das 14h30 e, moradores registraram a força do vento e as ruas da cidade alagada.

O Corpo de Bombeiros informou que já receberam chamados de pelo menos 20 árvores caídas. Não há registro de feridos.

Segundo a Companhia Paranaense de Energia (Copel), 15,8 mil unidades consumidoras estão sem energia em Paranavaí. A queda de energia acabou prejudicando a capitação de água e deixou alguns bairros sem abastecimento.

Orientação

A Marinha do Brasil orienta a população a usar embarcações como a, em alagamentos, apenas em casos de emergência e situações extremas.

Falta de Água

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou que a queda de energia paralisou a estação de tratamento de água de Paranavaí.

Devido ao problema, o abastecimento está prejudicado nos bairros Santos Dumont, Ipê, jardim das Palmeiras, Monte Cristo, Ibirapuera, jardim América, Farropilha, Canadá, Campo Belo São Jorge, Jequitibá , Coloninha, Matarazzo, São Vicente, Progresso, Paulista e parte do Jardim Maringá. Outros bairros ainda poderão ser afetados.

Segundo a Sanepar, equipes da Copel trabalham para resolver o problema, mas até o começo da noite desta terça não havia previsão para a normalização do sistema.

A orientação é evitar desperdícios.

Fonte: G1 Paraná.

Compartilhar